1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Sem votos)
Loading...

Novos Recursos Financeiros para o Fies 2016

Estudantes já podem Renovar a Matrícula no Fies !

Muitos estudantes de baixa renda tem a chance de cursar uma faculdade através do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Esse programa foi criado pelo Ministério da Educação através da Lei no 10.260, de 12 de julho de 2001 e financia os cursos superiores particulares que possuem uma boa avaliação no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

Governo aprova novos Recursos Financeiros para o Fies 2016

Na terça-feira, 18 de outubro, o Congresso Nacional, juntamente com o Senado e a Câmara, aprovou a liberação de R$ 1,1 bilhão para que o Ministério da Educação realize o Enem deste ano e para que alunos consigam fazer a renovação dos contratos do Fies nas universidades.

O Enem irá contar com 401 milhões de reais, enquanto que o Fies irá receber 702 milhões de reais. Devido a falta de dinheiro em caixa, os estudantes ainda não haviam conseguido fazer a renovação dos contratos neste semestre. Para quem conta com o Fies para poder cursar uma faculdade, a liberação do dinheiro veio em um prazo bastante estourado.

Porém, segundo o MEC, com essa verba, cerca de 1,5 milhões de contratos devem ser renovados até o final de 2016 e segundo o ministro Mendonça Filho, nenhum aluno sairá prejudicado apesar do atraso na liberação da verba. As universidades já abriram o processo de aditamento para acelerar o processo. Além das renovações, serão 75 mil novos contratos.

Esse recurso estava para ser aprovado desde setembro, mas por falta de quórum foi aprovado somente agora. O presidente da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior, Janguiê Diniz acredita que deva haver uma antecipação no cronograma de repasses para compensar os prejuízos e que os valores sejam corrigidos pela inflação do período.

Como Funciona o Fies?

O Financiamento cobre de 50 a 100% do valor das mensalidades para o aluno que participa do programa. O calculo é feito com base na renda e na mensalidade do curso. Durante o curso da graduação, o estudante paga o valor de 150 reais a cada três meses, referentes aos juros do financiamento, porém é o governo que custeia o valor integral das mensalidades repassando a quantia para as universidades.

Fies 2016

Fies 2016

Somente um ano e meio após a formatura é que o aluno que foi beneficiado com o Fies começa a restituir o governo com juros de 6,5%. O prazo total para que o profissional quite sua dívida com o governo, é de três vezes a duração do curso e mais um ano.

Para se cadastrar no Fies, é preciso que o indivíduo tenha feito no mínimo 450 pontos no Enem e que a família tenha uma renda de até três salários mínimos por pessoa.

O que é o Aditamento do Fies ?

Não basta que o aluno se cadastre no programa e seja aprovado, é preciso que a cada semestre seja feita uma renovação de contrato, chamado aditamento. Dentro de um determinado prazo, que o aluno deve ficar atento, ele deve fazer esse processo para não perder o financiamento.

Os valores repassados não são alterados e nem as informações do contrato, apenas é feita uma atualização dos dados pessoais do estudante e o valor das mensalidades que geralmente alteram a cada seis meses.

Aditamento Fies

Aditamento Fies

O Fies existe há mais de 10 anos e já beneficiou muitos alunos que não teriam condições de arcar com as mensalidades de uma universidade particular. O programa tem parcerias com mais de 10 mil instituições e realizou mais de um milhão de contratos ajudando milhares de jovens com o tão sonhado diploma universitário.

Se você se interessou, não perca essa oportunidade, as inscrições são feitas de forma gratuita, pela internet e depois de concluído o curso, o prazo para fazer o pagamento é razoável.

Recomendados para você: